Frigorífico é acusado de matar 285 aves silvestres com cola usada em tubulação

Frigorífico é acusado de matar 285 aves silvestres com cola usada em tubulação

Ao chegarem no local, no domingo (7), os fiscais encontraram 184 aves mortas e outras 101 ainda vivas,

Agentes do Ibama e da Polícia Rodoviária Federal apreenderam 285 andorinhas em um frigorífico no município de Pimenta Bueno (RO), após receberem denúncia anônima de que diversos animais deste tipo estariam sendo mortos nas dependências da empresa, de acordo com informações divulgadas pelo órgão ambiental.

Ao chegarem no local, no domingo (7), os fiscais encontraram 184 aves mortas e outras 101 ainda vivas, porém agonizantes, por terem entrado em contato com uma cola aplicada ao telhado e à tubulação externa do frigorífico. Todas acabaram morrendo. Algumas das aves mortas tinham anilhas, o que indica que tinham sua rota migratória monitorada.

Pela morte dos animais silvestres, o frigorífico foi multado em R$ 142,5 mil. O Globo Amazônia entrou em contato com a matriz da empresa acusada, que informou estar averiguando o que aconteceu na unidade de Pimenta Bueno para então posicionar-se publicamente.

Fonte: GloboAmazonia