Funcionária de lotérica diz à polícia que esqueceu de registrar aposta de bolão

Funcionária de lotérica diz à polícia que esqueceu de registrar aposta de bolão

Um grupo de moradores de Novo Hamburgo reclama a participação em um bolão

Em depoimento prestado à polícia nesta quinta-feira (25), uma funcionária da lotérica de Novo Hamburgo (RS) afirmou ter esquecido de registrar a aposta do suposto bolão premiado da Mega-Sena. A aposta seria sorteada no concurso 1.155, no sábado (20).

Ainda segundo o que afirmou ao G1 o delegado Clóvis Nei da Silva, outros funcionários da lotérica devem ser ouvidos nos próximos dias, para dar continuidade à investigação.

Um grupo de moradores de Novo Hamburgo reclama a participação em um bolão e diz ter acertado os números sorteados da Mega-Sena. No entanto, a Caixa Econômica Federal informou que não há apostas vencedoras. O dono da lotérica é investigado por suspeita de estelionato. A Caixa investiga o caso.

Imagens do circuito interno da lotérica, divulgadas na quarta-feira (24), mostram o desespero da funcionária ao perceber que não tinha feito os jogos.

De acordo com Silva, não há prazo para conclusão do inqúerito policial. "Apenas a lotérica é investigada, pois não houve aposta. Agora, se houve falha de fiscalização da Caixa sobre os bolões, a investigação passa a ser no foro cível e não cabe apuração na esfera criminal."

Bolão proibido

A Caixa Econômica Federal informou que não autoriza a organização de bolões pelas lotéricas. De acordo com a assessoria do órgão, os estabelecimentos são fiscalizados e sofrem penalidades em caso de irregularidades.

De acordo com a assessoria, a fiscalização é realizada pelos Consultores Regionais lotados nas Superintendências Regionais da Caixa e também pelos Auditores Regionais da Caixa. O órgão também diz que realiza controle de qualidade dos volantes utilizados para a marcação dos números pelo apostador.

Fonte: g1, www.g1.com.br