Gangue mata nove pessoas na capital hondurenha

Segundo o ministro, o grupo invadiu uma casa no bairro Arnulfo Cantarero López

Um grupo de quatro homens armados com fuzis e pistolas automáticas e com os rostos cobertos por máscaras matou na noite do sábado nove pessoas na capital hondurenha. O ministro da Segurança de Honduras, Armando Calidonio, atribuiu a matança a uma luta entre duas gangues de "maras" pela posse de pontos de venda de drogas em Tegucigalpa.

Segundo o ministro, o grupo invadiu uma casa no bairro Arnulfo Cantarero López, no noroeste de Tegucigalpa, e foi recebido a tiros pelos moradores. A ação deixou duas mulheres e sete homens mortos. Nenhuma das vítimas pertencia ao grupo que lançou o ataque.

Calidonio disse que os agressores eram "da mara (gangue) Salvatrucha e a casa era habitada por pessoas da gangue rival M-18". As "maras" são gangues que também agem em El Salvador e a Guatemala.

"Isso tudo é uma demonstração lamentável do que acontece na venda de drogas em Honduras. Nós enfrentamos uma situação difícil", disse o ministro. Segundo dados oficiais, a violência em Honduras deixou 20.590 mortos nos últimos cinco anos.

Fonte: Yahoo