Garota aponta arma para a cabeça da coordenadora pedagógica em escola em Brasília

Antes de chegar ao colégio, ela descarregou a arma dando três tiros para o alto

O tempo poder? apagar as marcas do medo, e a rotina do dia-a-dia se instalar? novamente na Escola Classe 8 de Ceil?ndia.

Mas sempre haver? quem se recorde do dia 19 de setembro de 2008, quando uma aluna de 13 anos pulou a cerca de arame que protege a lateral esquerda da institui??o, encostou um rev?lver na cabe?a da coordenadora pedag?gica e apertou o gatilho tr?s vezes, dizendo que queria se vingar.

Todos lembrar?o que a garota n?o matou a professora porque, antes de chegar ao col?gio, descarregou a arma dando tr?s tiros para o alto.

Quando a menina entrou, por volta das 18h, a diretora estranhou porque ela n?o tirava as m?os dos bolsos da jaqueta. Ao tentar conversar com a jovem, ouviu a resposta: ?Estou com muito ?dio. Vou matar algu?m aqui, hoje?.

Atr?s da diretora vinha a coordenadora pedag?gica. Quando a viu, a aluna foi em sua dire??o, tirou o rev?lver do bolso, encostou o cano na cabe?a da mulher e pressionou o gatilho duas vezes.

Fonte: Em Tempo Real