Garota de apenas 14 anos é morta pelo amante após recusar aborto

A família fez campanhas pela internet

Após desaparecer no noroeste do Paraná, a polícia encontrou Izadora Cabral Pereira, de 14 anos, morta com marcas de facadas. O principal suspeito afirmou que tinha um caso extraconjugal com a vítima e pediu que ela abordasse um filho dele. Após recusa da garota, ele a matou.


Image title

A jovem estava desaparecida desde o dia 8 de agosto. Ela havia dito para a mãe que iria se encontrar com uma amiga, mas não retornou para casa. A família fez campanhas pela internet para conseguir informações sobre a jovem.

O corpo de Izadora foi encontrado na última quinta-feira (13) em uma estrada rural do município. Ela tinha ferimentos no pescoço provocados possivelmente por um canivete. As últimas ligações da jovem foram rastreadas e a polícia conseguiu chegar até um suspeito, que foi preso e confessou o assassinato.

Durante um encontro com a jovem, ele teria descoberto que ela estava grávida e pediu que abordasse o bebê, pois ele é casado. Como ela se recusou a abortar, o homem decidiu matá-la. O suspeito está detido na Delegacia de Santa Cruz de Monte Castelo.

Fonte: Com informações do R7