Garota de 14 anos diz que assassinou irmã por legítima defesa em THE

A acusda afirmou que foi defender a irmã, mas ela acabou agredindo-a e ela se defender

A adolescente M.R.L.A, 14 anos está apreendida no Complexo de Defesa da Cidadania após ser acusada de matar a irmã Ana Cristina Lustosa, 16 anos, a facadas.

A defensora pública e coordenadora do Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente, Aline Patrício, afirmou que vai solicitar a ilegalidade do flagrante, já que a agressão ocorreu no dia 4 de novembro e a menor só foi apreendida no dia 10 e o período máximo de flagrante são 48 horas a partir do crime e não do óbito.

A Defensoria Pública, que realizará a defesa de M.R.L.A, irá utilizar como argumento a legítima defesa ou lesão corporal seguida de morte. A acusda afirmou que foi defender a irmã, mas ela acabou agredindo-a e ela se defendeu?.

Em depoimento à defensora Aline Patrício, a menor contou que estava comendo manga com um faca e foi interferir em uma discussão entre a irmã e o namorado.

A família não prestou queixa na delegacia porque a menor acusada do assassinato está grávida. O crime aconteceu dentro da casa das envolvidas na Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina.

Os golpes atingiram o braço e o peito esquerdo de Ana Cristina que ainda foi encaminhada ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na última sexta-feira

Fonte: Portal Meio Norte