Garota leva surra de corda e pai alega que ela roubou dinheiro

Pai teria acusado filha de roubo e dado surra para 'discipliná-la'

Uma menina, de 11 anos, deu entrada no Hospital Geral de Feijó, cidade localizada há 366 quilômetros de Rio Branco, após levar uma surra do pai.

Image title

A garota chegou à unidade com as costas marcadas, bastante machucada, e com um dedo lesionado.

A Polícia Militar e o Conselho Tutelar foram acionados por um médico que atendeu a vítima e o pai da criança foi detido.

O pai, um homem de 54 anos, teria dito à polícia que bateu na filha para "discipliná-la". Ele alegou que ela saía de casa sem dar satisfações e era desobediente.

"Segundo o pai, ele bateu nela com cordas. Ele foi preso e quando o interrogamos ele disse que bateu na intenção de discipliná-la. Além disso, no dia teria sumido um dinheiro do comércio dele, ele alegou que essa não era a primeira vez, e que filha era a única a entrar no local", disse o delegado responsável pelo caso.

O pai da menina foi liberado e deve responder por crime de maus-tratos. A menina passou por exame de corpo de delito e, após receber alta médica, foi encaminhada ao Conselho Tutelar.

Ainda de acordo com o delegado, a criança ficou com muitas escoriações nas costas. Um dos dedos dela estava "trincado", mas ela disse que havia sido durante uma queda.


Fonte: Com informações do G1