Garoto de 12 anos é suspeito de roubar banco com o pai em Brasília

Dupla foi flagrada vendendo objetos de furto realizado em uma loja.

A polícia do Distrito Federal apreendeu nesta terça-feira (23) um garoto de 12 anos suspeito de roubar um banco com o pai na semana passada, na região central de Brasília. No roubo, pai e filho teriam levado um cofre, duas armas, cartões e cheques. O crime foi gravado pelo circuito interno do banco.

Os dois foram descobertos durante a investigação de um furto, ocorrido em uma loja da Capital no sábado, em que foram levados um notebook e semijóias. Segundo a polícia, o garoto foi flagrado vendendo objetos levados da loja. Após ser preso, o pai teria admitido a participação no roubo ao banco ao lado do filho.

?Nós imaginávamos que fosse um garoto de 14 anos. De 12 anos é pouca idade para já estar envolvido nesse tipo de crime?, disse a delegada Mônica Ferreira Loureiro. ?O pai dele sabia. Não só sabia como ajudou a esconder a arma, motivo pelo qual ele foi autuado em flagrante.?

Para o promotor de Defesa da Infância e da Juventude, Renato Varalda, vários adolescentes voltam ao crime por falha da família e do Estado, que não consegue recuperar menores infratores. Segundo ele, esse caso é ainda mais grave.

?Além de incidir nesse caso a infração administrativa, ele [o pai] está descumprindo o dever de sustento, guarda e zelando pelo bem-estar do seu filho. Ele também está descumprindo, cometendo crime de abandono material intelectual, moral, maus tratos com outro adolescente?, disse o promotor.

O menino foi levado para a Delegacia da Criança e do Adolescente. O pai está preso. Segundo a polícia, os dois são moradores de rua. O cofre e uma das armas levadas do banco foram recuperados nesta segunda pela polícia num matagal perto do centro olímpico da Universidade de Brasília (UnB).

Fonte: g1, www.g1.com.br