Garoto de 14 anos vai andar a cavalo e sofre abuso sexual

Família recebeu notícia de que adolescente tinha caído durante cavalgada

Um adolescente, de 14 anos, teve ferimentos graves na cabeça após andar a cavalo em um haras da cidade de Orlândia, a 350 km da capital paulista, no interior do Estado. No entanto, os laudos da perícia comprovaram que o menino foi vítima de violência sexual. Por conta das lesões, o garoto enfrenta hoje dificuldades para falar e andar.


Garoto de 14 anos vai andar a cavalo e sofre abuso sexual

Em setembro de 2011, a família recebeu a notícia que o adolescente tinha caído durante uma cavalgada. Foram 19 dias em coma e uma notícia chocante que a mãe, Salete Cristiane Barbosa, teve dos médicos.

? As pancadas na cabeça não têm como ter sido um tombo de cavalo, porque não quebrou o pescoço, o menino não tinha um arranhão no corpo, ele não tinha nada quebrado.

Ainda de acordo com a mãe, quando o suposto criminoso percebeu que o garoto iria contar sobre o estupro, ele decidiu matar o menino, agredindo-o com pancadas na cabeça.

Quando o adolescente voltou a falar, ele confirmou a violência. Ele disse que foi agredido por um funcionário do haras e que já tinha sido abusado outras vezes.

A polícia começou uma investigação e a prisão temporária de 30 dias do suspeito foi decretada pela Justiça, mas o rapaz foi liberado dois dias depois a pedido do próprio delegado. Ele ouviu frequentadores do haras, que afirmaram ter visto o menino cair do cavalo e não testemunharam qualquer agressão contra o garoto.

O delegado disse que não pode dar mais detalhes pois o processo corre em segredo de justiça. O inquérito já foi concluído e a promotora do caso aguarda uma decisão da Justiça para se manifestar.

Assista ao vídeo:

Fonte: r7