Gays piauienses são mortos por "serial killer" em São Paulo

Nada menos que treze gays foram assassinados no Parque Paturis entre 2007 e 2008

Policiais do município de Carapicuíba, na grande São Paulo, estão investigando uma série de atentados contra homossexuais no Parque Paturis. Entre fevereiro de 2007 e agosto de 2008, treze gays foram assassinados naquela região, entre eles piauienses. No local do crime, foram encontrados vítimas com identidade do Piauí e Bahia.

Segundo informações de investigadores do caso comandados pelo delegado Paulo Fernando Fortunato, o assassino ataca após a meia-noite, quando as vítimas começam a chegar ao local. Um retrato falado foi feito, mas não será divulgado para não atrapalhar as investigações. O "serial killer" usa sempre um moletom com capuz, tem aproximadamente 1,65, é musculoso e de cor parda. A policia trabalha com a hipótese de uma mesma pessoa ter cometido a série de assassinatos.

Os tiros que atingiram os homossexuais, na nuca, partiram de um revólver calibre 38 e eles eram sempre encontrados com as partes íntimas expostas e podem ter mantido relações sexuais antes de ser mortos.

* Com informações do Estadão.

Fonte: André Moura, meionorte.com