Gêmeo vai em cana por fingir que é o irmão

Um deles precisava viajar para Indiana e o outro não tinha mais o que fazer

Um homem da Flórida foi sentenciado a 179 dias de prisão por ter fingido que era o irmão gêmeo idêntico em um julgamento criminal.

Matthew Mauceri, de 40 anos, teria que se apresentar na manhã de terça no tribunal de Pinellas County, mas ficou meio cabreiro porque, no mesmo dia, teria que embarcar em um vôo para Indiana.

Foi então que ele teve a ideia de retomar aquela estratégia das provas da escola em que pedia para o seu irmão gêmeo fazer as provas em seu lugar. Chamou Marcus e convenceu o gêmeo a ir até o tribunal levar a piaba no lugar dele.

Talvez porque o caso não seja assim tão complicado ? um calote de R$ 280 mil que Matthew em uma empresa de Ohio ? Marcus topou.

Só que burlar exames da escola é uma coisa. Mentir diante de um juiz é outra. Marcus ficou nervoso e, quando chegou lá, ficou se apresentando como ?Matthew Mauceri? para todo mundo que atravessava seu caminho. Mesmo quando o seu próprio advogado de defesa ficou encanado, Marcus manteve a mentira.

O juiz Joseph Bulone acabou com tudo quando pediu a Marcus que fizesse um teste com suas digitais, o que acabou determinando que ele não era quem dizia ser.

Marcus foi condenado a 179 dias de prisão por desrespeitar o tribunal e seu irmão foi preso ao retornat. Agora, aos 40 anos, os dois têm que fazer algo que jamais imaginavam fazer de novo. Estão dividindo dormitório na cadeia pública de Pinellas County.

Fonte: R7, www.r7.com