Gerente e funcionário de restaurante de luxo em THE são presos

A prisão foi realizada pela DEPRE.

Foram presos pelos agentes do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) a gerente de um restaurante de luxo na zona Leste, Maria do Socorro Rosa Rodrigues, o eletricista Erivan Viana Rocha, e o segurança do estabelecimento, Wellington da Silva, às 19h de sexta-feira. Segundo o Greco, eles foram presos quando estavam fazendo religação clandestina de energia elétrica, que tinha sido cortada duas vezes na semana passada por falta sucessiva de pagamento das faturas de consumo de energia. Já foram 10 prisões em um mês na Zona Leste da capital de acusados de desvio de energia elétrica. 

O coordenador de Segurança Patrimonial da Eletrobras Distribuidora Piauí, Carlos Petrônio, afirmou que Maria do Socorro Rosa Rodrigues, Erivan Viana Rocha e Wellington da Silva foram presos, na Operação Miau, executada pela Eletrobras Distribuidora Piauí e a Greco, em flagrante, no momento em que o eletricista estava fazendo a religação clandestina e o segurança o auxiliava usando uma lanterna para iluminar o local da religação.

“O restaurante tem um débito muito alto de faturas não pagas de consumo de energia elétrica. A Eletrobras cortou o fornecimento de energia elétrica na quinta-feira e o restaurante fez a religação clandestina. O fornecimento de energia foi cortado novamente com a retirada do medidor de energia, mas o restaurante contratou novamente o eletricista, quando foi cortado novamente e eles estavam religando por volta das 18h”, afirmou Carlos Petrônio.

A prisão em flagrante foi efetuada pelo delegado da Polícia Civil Antônio Marques Fortes Saraiva, da Central de Flagrantes. Carlos Petrônio afirmou que Maria do Socorro Rosa Rodrigues, Erivan Viana Rocha e Wellington da Silva estão presos na Greco e foram indiciados por furto qualificado previsto no artigo 155, incisos 3º e 4º e pelo artigo 14 do Código Penal Brasileiro (CPB).

O crime é inafiançável.

A Eletrobras Distribuidora Piauí, em parceria com o Greco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado), está fazendo a Operação Miau na zona Leste de Teresina e constatou desvio de energia elétrica no Hotel Poty, localizado na Avenida João XXIII, no bairro dos Noivos, na zona Leste de Teresina. O proprietário do hotel, José de Almeida Gonçalves, de 82 anos, e o seu eletricista, foram presos há pouco e conduzidos para a sede da Greco, onde foram ouvidos pelo delegado Kleydson Ferreira. Os prejuízos somam cerca de R$ 130 mil.

O gerente de Fiscalização da Eletrobras Distribuidora Piauí, Ênio Ribeiro, informou que o combate ao furto de energia por parte de empresários constante. Segundo ele, a Eletrobras Distribuidora Piauí tem perdas 33% relativas ao furto de energia elétrica no Piauí. A Eletrobras Distribuidora Piauí informou que no Hotel Poty, teriam sido desviados cerca de R$ 130 mil em energia elétrica entre os anos de 2014 e 2016. O hotel tem 101 quartos, ambos com ar-condicionado, frigobar e TV.

Fonte: Efrém Ribeiro