Goleiro é condenado por manter plantação de maconha

O jogador, de 28 anos, também está envolvido em um caso de falsificação e lavagem de dinheiro

Gino Coutinho está com seu futuro no futebol ameaçado. O goleiro do Den Haag, clube da primeira divisão da Holanda, foi considerado culpado pela Justiça do país por diversos delitos ? um deles, o de possuir uma plantação de maconha em uma fazenda. Ele e sua namorada foram condenados a um ano de prisão.

O jogador, de 28 anos, também está envolvido em um caso de falsificação e lavagem de dinheiro. Ele foi ouvido por um tribunal holandês nesta quinta-feira e foi considerado culpado.



No mês passado, William, o pai do goleiro, foi condenado a dois meses de prisão por ajudá-lo a cuidar da fazenda, localizada em Ens, na província de Flevoland. A plantação tinha mais de 4,2 mil pés de maconha.

O goleiro está no Den Haag desde 2008 e assumiu a condição de titular da equipe. Coutinho, com passagens por PSV, Den Bosch, NAC Breda e Vitesse, já defendeu a seleção holandesa sub-21 e disputou o Mundial Sub-20 em 2001.

O Den Haag ocupa a quinta posição no Campeonato Holandês e está na briga por uma vaga para a Liga Europa.

Fonte: UOL