Mulher grávida de quatro meses é estuprada dentro de casa em Niterói

Uma mulher de 36 anos, grávida de quatro meses, procurou a polícia para denunciar que foi estuprada dentro de casa em Niterói.

Uma mulher de 36 anos, grávida de quatro meses, procurou a polícia para denunciar que foi estuprada dentro de casa em Niterói, na região metropolitana do Rio. O suspeito foi capturado quatro dias depois do crime, na comunidade da Ciclovia, também em Niterói.

Segundo a polícia, Alessandro Araújo Cerqueira possui extensa ficha criminal, incluindo casos de estupro e tráfico de drogas. Ele já foi reconhecido pela vítima, que revelou à reportagem da Record ter ficado traumatizada com a violência.

?Eu sinto o cheiro daquele homem até hoje no meu nariz, na minha mão, no meu corpo. Eu não consigo tomar banho, me tocar, porque eu tenho nojo de mim mesma.

Alessandro foi encontrado pelos policiais graças às características físicas e a marca de uma mordida na mão, dada pela vítima. A gestante contou que entrou em luta corporal na tentativa de não ser abusada.

?Ele não parou enquanto ele não conseguiu. Aí chegou uma hora que eu perdi a força. Foi quando ele me deu uma gravata, imobilizou os meus dois braços e eu não consegui mais lutar mais com ele.

O delegado Gabriel Fernando, titular da Delegacia de Itaipu (81ª DP), afirmou que o suspeito não demonstrou arrependimento durante o depoimento.

? É muito frio, um elemento não apresenta remorso. Cruel, covarde e perigosíssimo. Ameaçou a vítima de morte após o estupro. É importante que outras possíveis vítimas procurem a delegacia.

Fonte: R7.

Fonte: r7