Grávida suspeita de assassinar dois universitários se apresenta à polícia e presta depoimento

Grávida suspeita de assassinar dois universitários se apresenta à polícia e presta depoimento

Ela é uma das duas mulheres que foram vistas na companhia dos universitários num bar no dia do crime

Uma mulher suspeita de participar dos assassinatos dos universitários Manoel Gomes Teixeira Neto, 20 anos, e José Costa de Lima Júnior, 21 anos, se apresentou à Polícia Civil do Rio Grande do Norte na manhã desta terça-feira para prestar depoimento. Um mandado de prisão preventiva foi expedido pela Justiça contra Maria Eduarda dos Santos Gomes, 22 anos. Grávida de três meses, ela é uma das duas mulheres que foram vistas na companhia dos universitários num bar no dia do crime

"Ela foi reconhecida por testemunhas e, conforme as nossas investigações, estava no local onde aconteceu os assassinatos participando ativamente de tudo", afirmou Wellington Guedes, delegado que investiga o caso. A suspeita foi à delegacia por volta das 11h numa viatura, escoltada por funcionários de uma empresa particular de segurança, usando coletes à prova de balas. Maria Eduarda negou as acusações e disse que só falaria em juízo.

Três testemunhas estiveram na Delegacia Geral hoje pela manhã e a reconheceram ela como sendo uma das mulheres que estavam em companhia das vítimas. O delegado acredita que cinco pessoas estão envolvidas no crime, sendo um deles menor de idade, e que os assassinatos estejam relacionados com dívidas de drogas. Um casal suspeito já foi preso pela Polícia Civil e o marido de Maria Eduarda, também suspeito do duplo homicídio, está sendo procurado. As vítimas foram encontradas mortas a tiros no último dia 3 de março numa estrada entre as cidades de Espírito Santo e Goianinha.

Fonte: Terra