Grupo coloca fogo em micro-ônibus por vingança no RS

Depois que o veículo foi esvaziado, o grupo jogou um produto inflamável e ateou fogo

Uma lotação ficou destruída depois de um incêndio, na quarta-feira (18), em Porto Alegre. Três pessoas teriam ateado fogo ao veículo. A ação teria sido uma represália à morte de um jovem, que foi baleado pela Brigada Militar na terça-feira (16).

O veículo saiu do ponto inicial e, durante o trajeto, um passageiro se levantou e rendeu o motorista. A lotação teve que desviar do percurso normal e foi até uma rua, onde mais duas pessoas esperavam por ela.

Depois que o veículo foi esvaziado, o grupo jogou um produto inflamável e ateou fogo.

O motorista disse que um dos criminosos afirmou que a ação era uma resposta à morte de um rapaz de 22 anos, que foi ferido em confronto com a polícia. Ele levou um tiro no peito e foi levado ao hospital, mas não resistiu.

O comandante do 11° Batalhão de Polícia Militar, major Sérgio Lemos Simões, o jovem tinha antecedentes por tráfico e saiu do presídio há cerca de um mês.

Policiais fizeram buscas na região, durante a noite, mas ninguém foi detido. O veículo destruído foi guinchado até o depósito, onde passará por perícia. Segundo o dono da lotação, o prejuízo supera R$ 100 mil.

Fonte: g1, www.g1.com.br