Grupo de idosos é preso por estuprar meninas há três anos

Uma das vítimas, com apenas 11 anos, chegou a contrair gonorreia.

Uma denúncia anônima levou a Polícia Civil de Alagoas a descobrir um grupo de doze homens acusado de estuprar três meninas, com idades entre seis e onze anos, na cidade de Água Branca, no Sertão alagoano. Dez integrantes do grupo são idosos, com idades de até 90 anos. Segundo a polícia, eles praticam abuso sexual em crianças da cidade há cerca de três anos.

A operação desencadeada na manhã desta quinta-feira (21) mobilizou policiais de cinco cidades do Sertão. A polícia foi acionada após a denúncia de que um grupo da terceira idade estuprava as crianças em locais como banheiros públicos e até nas dependências de uma sorveteria da cidade. Uma das vítimas, com apenas 11 anos, chegou a contrair gonorreia.

As investigações comandadas pelo delegado regional de Delmiro Gouveia, Manoel Wanderley, confirmaram que os acusados abusavam das três meninas há, pelo menos, três anos.

Vinte mandados de prisão foram expedidos pelo juiz da comarca de Água Branca , Kléber Rocha, mas alguns dos acusados já tinham morrido. Até o fim da manhã 12 pessoas haviam sido presas.

As vítimas foram ouvidas pelo juiz e contaram detalhes do que sofreram durante os anos em que foram abusadas. Elas foram encaminhadas para o Conselho Tutelar municipal, que também acompanha o caso.

Foram presos doze pessoas: Alvino Sandes Lima, de 90 anos; Francisco Xavier Neto, de 73, conhecido como ?Chico de Izadias?; José Euclides de Souza, de 82, o ?Pernambuco?; Jovileu Ferreira Batista, de 65 anos, o ?Leu?; Marevaldo Manoel da Silva, de 50, ?Mareval?; Manoel Messias Vieira da Silva, de 71, ?Mané Macedo?; Luiz Francisco dos Santos, de 50, ?Luquinha?; José Cardeal, ?Zé do Piolho?, de 76; Cícero Luiz da Silva, de 31; José Cláudio Lima da Silva, ?Cacau?, com idade ainda desconhecida; Severino João dos Santos, 70, o ?Major?, e Manoel Francisco dos Santos, de 61 anos, conhecido como ?Lila?.

Com Cícero Luiz da Silva, os policiais civis apreenderam um revólver, calibre 38.

Os presos serão conduzidos, ainda hoje ao IML de Maceió e, onde farão exames de corpo de delito.



Fonte: Tudo na hora