Grupo de jovens neonazistas é preso após agressão à nordestino

Grupo de jovens neonazistas é preso após agressão à nordestino

Jovens tinham tatuagens de suásticas e levavam facas e taco de beisebol. Crime ocorreu próximo à estação das barcas, no Centro

Um grupo de sete jovens neonazistas foi detido por guardas municipais por agredirem um nordestino no Centro de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, na manhã deste sábado (27). A polícia confirmou a prisão de seis deles, incluindo uma mulher, e a apreensão de um menor. Pedestres acionaram os agentes quando viram o grupo indo em direção à vítima com facas e um taco de beisebol.

O crime ocorreu na Praça Araribóia, nas proximidades da estação das barcas, uma das regiões mais movimentadas do município fluminense. Uma multidão se formou em volta dos jovens para impedir que a agressão continuasse.

A delegada adjunta da 77ª DP (Icaraí), Helen Sardenberg, que registrou o caso, informou que os jovens vestiam camisas com inscrições de um grupo neonazista e tinham tatuagens com o símbolo da suástica.

Sardenberg vai autuar o grupo por lesão corporal, mas ainda vai analisar se vai incluir crime racial na autuação. A vítima, que é do Rio Grande do Norte, segundo o registro policial, esteve na delegacia aparentemente sem lesões graves, de acordo com os policiais.

"Só não espancaram a vítima por que era de dia. A população agiu rapidamente chamando a guarda municipal", disse a delegada.

O grupo ainda estava sendo identificado na delegacia por volta das 11h30.

Fonte: G1