Grupo se rende e liberta funcionários em prisão de SP

Segundo a SAP, presos fizeram reféns no CDP I de Guarulhos. Com eles, foi apreendida uma pistola

 Funcionários do Centro de Detenção Provisória I de Guarulhos, na Grande São Paulo, foram libertados por volta das 14h30 deste domingo (30) após serem mantidos reféns desde por volta das 12h30.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), cerca de cinco presos tentaram fugir e foram frustrados, rendendo cinco funcionários. De acordo com a SAP, foram apreendidas com os presos uma pistola calibre 380 e uma arma falsa.

Ainda segundo a SAP, a corregedoria da secretaria vai apurar em que circunstâncias a arma entrou no local. Mais cedo, a Polícia Militar informou que os funcionários foram feitos reféns por homens que haviam invadido o CDP por volta das 9h40 para tentar resgatar presos.

A SAP, entretanto, negou que a ação tenha envolvido pessoas de fora do presídio, e reforçou que foi uma tentativa de fuga. Durante as negociações para que os detentos se entregassem, a Polícia Militar cercou o local, e o helicóptero Águia também participou da operação. Ninguém ficou ferido. De acordo com informações do site da SAP, o local tem capacidade para 768 presos, mas abriga atualmente 1.927 detentos.

Fonte: g1, www.g1.com.br