Grupo suspeito de praticar golpe de mais de R$ 1 milhão é preso

Grupo suspeito de praticar golpe de mais de R$ 1 milhão é preso

Quadrilha desviou dinheiro por meio de recebimento indevido de seguros desemprego

Oito suspeitos de integrarem uma quadrilha de estelionatários foram presos na sexta-feira por policiais da Delegacia Regional de Teófilo Otoni (MG). Segundo a polícia, o grupo teria aplicado um golpe de mais de R$ 1 milhão contra o governo federal por meio de recebimento indevido de seguros desemprego.

Jadson Araújo Lopes, Flares Uchoa Barbosa, José Tarcísio Ferreira da Silva, Habacuc Gomes de Moura, Jéssika de Melo Guedes, Lurdiane Alves Canuto, Darley Vitório e Francisco Tiago Neles Baltazar estavam hospedados em um hotel de luxo da cidade quando foram presos. Eles são naturais de cidades do Ceará e do Rio Grande do Norte.

O grupo já vinha sendo investigado pela equipe da Divisão Especializada em Operações Especiais (Deoesp) de Belo Horizonte e teria se deslocado para Teófilo para despistar a polícia. Com os presos foram encontrados recibos de saques de seguro desemprego que somam mais de R$ 1 milhão.

Também foram encontrados documentos falsificados, como carteiras de habilitação adulteradas, carteiras de trabalho, além de carimbo do Ministério do Trabalho, recibo de saque de seguro-desemprego em nome de dezenas de trabalhadores, tabela de dados de pessoas que teriam direito de receber o benefício e ainda objetos e equipamentos utilizados para confecção dos documentos falsos.

Toda a quadrilha foi autuada em flagrante e encaminhada para o presídio de Teófilo Otoni. Foram apreendidos ainda dois veículos Gol, impressoras e material de escritório utilizado para falsificar documentos, aparelhos celulares, notebooks, tablet"s e R$ 13 mil em dinheiro.

Fonte: Terra