Homem acusado de estuprar idoso disse que vítima era seu avô

Acusado é ex-presidiário e usou uma faca de cozinha para intimidar o senhor


Homem acusado de estuprar idoso disse que vítima era seu avô

Para evitar ser preso, Márcio Pereira da Silva, de 26 anos, acusado de estuprar um idoso de 64 anos na madrugada desta sexta-feira (15) em uma praça pública da QE 40 do Guará, região administrativa do DF, contou aos policiais que a vítima, na verdade, se tratava do seu avô. A justificativa, porém, não convenceu os militares, que o prenderam em flagrante.

O homem foi localizado porque moradores da região ouviram gritos de ajuda da vítima por volta das 2h e avisaram a PMDF (Polícia Militar do DF).

Quando os militares chegaram, o idoso contou que tinha sido violentado pelo homem, que teria usado uma faca de cozinha para ameaçá-lo.

ilva é ex-presidiário e respondia por furto. Quando percebeu que seria preso, tentou fugir e chegou a escalar um prédio da região, mas foi detido pelos militares.

Neste momento, o rapaz tentou esfaquear os policiais, que precisaram atirar para conter o criminoso.

O disparo acertou o chão e estilhaços da bala atingiram a perna de Márcio, que foi detido e levado para a 4ª DP (Guará), onde a ocorrência está registrada.

A vítima, que apresentava sinais de embriaguez, foi levada ao IML (Instituto Médico Legal) para fazer exames de corpo de delito. Os resultados comprovaram o estupro.

Em seguida, o senhor foi levado para o Hmib (Hospital Materno Infantil de Brasília), devido à idade avançada, conforme explicou a polícia, para receber a medicação necessária.

Agora, o Silva vai responder por estupro e tentativa de homicídio. Se condenado, poderá pegar até 20 anos de prisão.

Fonte: R7, www.r7.com