Homem acusado de cometer latrocínio em Paulistana é transferido para Penitenciária de Picos

A vítima, ensanguentada, pediu socorro a um vizinho e foi levada ao hospital.


A Polícia Civil de Paulistana, a 450 km de Teresina, realiuzou a transferência na manhã de hoje (17), para a penitenciária de Picos, um homem identificado apenas como  C. S. R. S, acusado de  latrocínio contra uma comerciante, em fevereiro, no bairro Triângulo em Paulistana.

Segundo informações da 12ª Delegacia Regional de Polícia Civil, o indiciado continuava sendo investigado mesmo depois de preso, pois, o mesmo era suspeito de ter cometido crimes em outros Estados. "O averiguado,que se encontrava recolhido nesta Delegacia, além da Tentativa de Latrocínio praticada em Paulistana, é acusado de roubo no Estado do Tocantins e também no Pará, crimes relatados pelo próprio preso e confirmado posteriormente via documento", afirmou o Delegado Regional em exercício, Otony Neto.

De acordo com informações da Polícia Civil, a tentativa de latrocínio foi praticada contra uma mulher identificada pelas iniciais M.V., que entrou em luta corporal com o suspeito e acabou ferida por golpes de faca no pescoço e nas mãos.

A vítima, ensanguentada, pediu socorro a um vizinho e foi levada ao hospital. "A vítima, seus familiares, e até pessoas alheias ao caso, me questionavam a respeito do desfecho do inquérito, bem como do envio do preso ao sistema penitenciário, dando a entender que a sociedade Paulistanense queria a retirada de circulação do indivíduo, o que assim foi feito", finalizou o Delegado Otony.

 

 

Fonte: FNoticias