Homem anuncia assalto e esquece que tirou foto antes de cometer crime

Ao lembrar que tirou a foto, suspeito estragou vários equipamentos.

A Polícia Civil procura por um homem suspeito de roubar e destruir um estúdio de fotografia em um bairro de Curitiba. O delegado que cuida do caso, Amarildo Antunes, contou que antes de dar a voz de assalto, o ladrão disfarçou e pediu para tirar uma foto 3x4 para um documento. Com isso, acabou deixando uma prova contra ele mesmo.


Homem anuncia assalto e esquece que tirou foto antes de cometer crime

"Ele foi muito amador e trapalhão. Não vejo outras palavras para classificar o assaltante. E ele não agiu sozinho, entrou na loja na companhia de uma loira", contou o delegado.

Após ter anunciado o roubo, no dia 31 de dezembro, o rapaz sacou um punhal e exigiu o dinheiro do caixa, contabilizado em cerca de R$ 340. Além disso, ele também exigiu pertences pessoais de alguns clientes.

"Quando ele ia sair da loja, lembrou da foto. Foi então que ele ficou louco e destruiu vários equipamentos eletrônicos da loja, inclusive uma câmera fotográfica e o monitor de computador. A tentativa foi destruir o arquivo da foto, mas ele deu azar, afinal, o arquivo ficou salvo na memória do computador e não no monitor, como ele imaginou", acrescentou Antunes.

O delegado teve acesso a foto e divulgou na manhã desta quinta-feira (10). "Eu já fico contente quando consigo imagens de câmera de segurança, que dirá, com uma foto dessas", comemorou Antunes.

Quem tiver informações do suspeito deve entrar em contato com a Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba através do telefone 41 3218-6100.

"Acho que ele tem que mudar de ramo porque como assaltante não vai longe", brincou o delegado.

Fonte: G1