Homem arromba casa pelado e tenta estuprar mulher no PI

Apenas de cueca, deixando uma calça e uma chave, o elemento se evadiu após a dona da casa alarmar

Francisco Rodrigues, 28 anos, que diz ter a profissão de motorista, foi conduzido por uma guarnição do Ronda Cidadão de Piripiri à delegacia sob a acusação de invasão de domicílio e estupro, não tendo o mesmo consumado o ato, mas agindo de forma a caracterizar legalmente o crime.



Francisco arrombou a porta, tirou a roupa e deitou na cama, do lado da vítima, acariciando-a. Foi então quando a vitima, de 22 anos de idade, que teve o nome preservado, acordou, percebeu e fingiu que continuava dormindo. Ao se movimentar, o elemento segurou seu pescoço e apertou. A vítima gritou, chamando o irmão, que dormia em um quarto ao lado.

Apenas de cueca, deixando uma calça e uma chave, o elemento se evadiu após a dona da casa alarmar.

"Eu estava deitada e ele deitou do lado. Quando senti a presença dele, disfarcei me espreguiçando, mas em seguida ele segurou meu pescoço e apertou", relata a moradora.

Uma guarnição do Ronda Cidadão, composta pelos soldados

Bruno, Diego e Washington, foi acionada e localizou e prendeu suspeito em casa, localizada a alguns metros da vítima.

Na delegacia, em entrevista cedida ao Piripiri Repórter, o elemento dizia que alguém o teria forçado a praticar os crimes, mas não fundamentou sua afirmação. Ele encontra-se preso em uma das celas da delegacia de Polícia Civil de Piripiri, à disposição da justiça.

Um detalhe que chama também atenção é que o acusado havia, no início da semana, invadido a mesma casa e subtraído um aparelho de DVD, um perfume e alimentos da geladeira, mas estava solto.

Fonte: Piripiri Repórter