Homem assassinado em Campo Maior já teria matado cunhado durante discussão

O crime aconteceu no Reveillon de 2012.

O auxiliar de serviços Francisco Antônio dos Santos, de 28 anos, morto a facadas na madrugada desse domingo, 26, no Bairro Califórnia, em Campo Maior, respondia pelo assassinato do próprio cunhado o artesão Edivan da Silva, 28 anos. O crime aconteceu no Reveillon de 2012.

Cotonho, como era conhecido Francisco Antônio, teria assassinado a facadas o cunhado, no momento em que ele estava discutindo com a esposa. O crime ocorreu na própria residência do artesão, no Bairro Califórnia.

Segundo relatos da polícia na época do crime, Cotonho viu Edivan discutindo com a sua irmã e foi interferir na discussão do casal e acabou desferindo várias facadas em Edivan, que morreu antes de ser atendido no Hospital Regional de Campo Maior.

Fonte: Portal de Campo Maior