Homem bate Porsche, foge a pé e liga para a polícia para denunciar o "roubo"

Carro de luxo atingiu carro com quatro pessoas e outro estacionado

Um acidente deixou pelo menos quatro pessoas feridas na madrugada deste domingo (9), em São José do Rio Preto (SP), por volta das 4h. Segundo informações da polícia, um Porsche, em alta velocidade, perdeu o controle e bateu em dois carros na principal avenida da cidade, a Alberto Andaló.

De acordo com informações do Plantão Policial, o carro de luxo trafegava na avenida quando atingiu o primeiro carro, onde estavam quatro pessoas. Um terceiro carro, sem passageiros, que estava estacionado, também foi atingido. De acordo com relatos, o motorista que supostamente provocou o acidente fugiu a pé, mas a polícia o localizou em um hotel da cidade. Ele disse que o carro havia sido roubado, mas voltou atrás e confirmou que estava no veículo, mas como passageiro. Segundo informações do Plantão, o homem passou por exames, pois há a suspeita de embriaguez. A polícia aguarda o laudo para ouvir o motorista e comprovar quem estava dirigindo o veículo.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, foi preciso serrar as ferragens de um dos carros para retirar o motorista e passageiros, que foram socorridos e encaminhados para hospitais da cidade. L. F. G, 18 anos, foi socorrido pelo Samu e encaminhado para a Beneficência Portuguesa, onde permanece internado. C. A. E, 22 anos, está em observação na UPA Central até o fim da tarde deste domingo (9), mas passa bem. B. R. S. V, 22 anos, foi encaminhado para o Hospital de Base para exames. Já P. S. N. F., sem idade confirmada, foi atendido e liberado. Ainda não se sabe quem estava dirigindo o veículo.

A Perícia compareceu ao local para verificação e o acidente será investigado. Imagens do circuito interno de câmeras próximas ao local podem ajudar na investigação dos fatos.


Homem bate Porsche, foge a p e liga para a pol兤ia para denunciar

Homem bate Porsche, foge a p e liga para a pol兤ia para denunciar

Homem bate Porsche, foge a p e liga para a pol兤ia para denunciar

Fonte: G1