Homem é condenado a 82 anos por estuprar dentistas

A polícia prendeu o homem em flagrante em Ribeirão das Neves em maio

A Justiça mineira condenou a 82 anos e oito meses de prisão um homem de 50 anos por roubar e estuprar oito mulheres, a maioria profissional da área odontológica na região metropolitana de Belo Horizonte. Identificado apenas pelas iniciais, A.A.F. deverá cumprir pena em regime fechado. A decisão, sujeita a recurso, é do juiz da 4ª Vara Criminal do Fórum Lafayette, Milton Lívio Lemos Salles.

A polícia prendeu o homem em flagrante em Ribeirão das Neves em maio. Ele está preso preventivamente na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG), onde aguardará pelo recurso.

Na audiência de instrução, realizada em setembro, o homem confessou ter estuprado só uma das vítimas e disse que apenas roubou as demais. No entanto, na fase do inquérito, ele confessou ser o autor de todas as infrações narradas pela acusação.

Denúncia

Segundo o Ministério Público, na maioria dos casos o homem agendava atendimento no consultório das profissionais. Durante a consulta, ele as amarrava, roubava e praticava os abusos.

Em fevereiro de 2010, no bairro Céu Azul, A.A.F. roubou, abusou, ameaçou de morte e agrediu a socos e tapas uma dentista. Em março, no bairro Barroca, ele roubou e abusou de mais três mulheres, tendo ainda agredido uma delas. No início de abril, no bairro Nova Suíça, ele roubou e abusou de duas mulheres, sendo uma dentista e a outra recepcionista. Quatro dias mais tarde, no bairro Gutierrez, a vítima foi uma terapeuta ocupacional, que foi roubada e abusada.

Segundo o Tribunal de Justiça de Minas, em junho de 2006, no bairro Mantiqueira, ele roubou a uma mulher que chegava em casa. Levando-a até o final da rua, constrangeu-a a praticar ato libidinoso com ele.

Fonte: Terra, www.terra.com.br