Jovem confessa 41 mortes e revela: "ficava observando a vítima"

'Eu procurava saber onde ela mora, como é a família dela', disse.

Image title

Um homem identificado como Sailson José das Graças, de apenas 26 anos, foi preso e confessou ter assassinado pelo menos  41 pessoas, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Durante entrevista, ela deu detalhes de como praticava os crimes.

"Ficava observando a vítima, estudando. Esperava um mês, às vezes uma semana, dependendo do local. Eu procurava saber onde ela mora, como é a família dela, se ela passava na rua, via, dava uma olhada na casa, ficava estudando ela. De madrugada, numa brecha da casa, numa facilidade, eu aproveitava, entrava", revelou o acusado.

De acordo com informações da Delegacia de Homicídios, que investiga o caso, o jovem revelou que matava por puro 'prazer'. Além disso, ficava atento para não deixar nenhuma digital pelos locais onde cometia os assassinatos. 

A prisão  ocorreu após Sailon, juntamente com outras duas  pessoas, identificadas como Cleusa Balbina e José Messias, serem apontadas como possíveis responsáveis pelo crime de uma mulher  que foi morta a facadas em Nova Iguaçu. 



Fonte: Com informações do correiodobrasil