Homem de 52 anos é preso após fazer sexo com criança por R$ 20

Contato dos dois foi a partir de um pedido de dinheiro da criança

Um homem de 52 anos foi preso em flagrante suspeito ter relações sexuais com uma menina de 12 anos em troca de dinheiro. O caso aconteceu na quinta-feira (26) em Três Lagoas, a 313 quilômetros de Campo Grande.

O delegado da Polícia Civil Thiago Passos, que atendeu o caso, disse que, durante o flagrante, a criança confessou ter recebido R$ 20 para fazer sexo com o suspeito. Ainda segundo Passos, a menina e o homem tiveram três encontros sexuais em 15 dias.

Os dois disseram à polícia que se conheceram depois que a criança pediu dinheiro ao homem para comprar sorvete."A Polícia Militar recebeu denúncia de que um homem estava com criança dentro do carro em atitude suspeita.

Os policiais abordaram o veículo e, durante conversa com os ocupantes do carro, a menina disse que tinha acabado de fazer um programa", contou. Em seguida, segundo Passos, o suspeito, que é aposentado por invalidez, confessou o crime. “Ele acabou admitindo as relações sexuais e também falou que era o terceiro encontro em 15 dias”, informou.O suspeito ainda disse ao delegado que conheceu a menina quando estava em uma mercearia, na região onde ela mora.

O primeiro contato dos dois foi a partir de um pedido de dinheiro da criança."Ele fala que estava em uma mercearia e ela pediu dinheiro para comprar sorvete. Ele então forneceu mais dinheiro para ela em troca de ficar com ele, e ela aceitou", relatou Passos.A polícia fez perícia no carro onde os dois foram flagrados e também recolheu vestígios em um local próximo onde teriam se encontrado e feito sexo.As roupas do homem e da criança foram apreendidas e serão analisadas para coleta de material genético. A polícia também apreendeu o celular do aposentando e investiga a origem de fotos pornográficas de crianças encontradas no aparelho.

"Não sabemos se foram fotos baixadas da internet ou tiradas por ele mesmo. Caso fique comprovado pela perícia, ele pode responder por mais um crime por armazenar imagens de conteúdo pornográfico", esclareceu o delegado. A Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) continua as investigações.O homem foi autuado por estupro de vulnerável e foi encaminhado para presídio. O Conselho Tutelar foi acionado e a criança foi entregue à família, que passa por acompanhamento psicológico. Segundo a polícia, os pais não desconfiavam dos encontros da filha.

Fonte: G1