Homem desaparecido da cidade de Cocal é encontrado morto em Caraúbas do Piauí

O mesmo homem que encontrou a moto informou ainda que viu Orlando caminhando por volta das 05:00 horas da madrugada de ontem (24) na localidade Jatobá.

O corpo do cocalense Orlando Lima de Carvalho, conhecido popularmente como 'Orlando da Serraria', de 64 anos, foi encontrado por volta das 09h30min na manhã deste domingo (25/01), em meio uma área de mata fechada e de dificil acesso, localizada no município de Caraúbas do Piauí, numa distancia de 34 km da sede de Cocal-PI, precisamente na extrema dos povoados Jatobá com Sambaíba.

O senhor Orlando estava desaparecido desde a ultima quinta-feira (22/01). Ele saiu de casa naquele dia por volta do meio-dia em sua motocicleta Biz, de cor vinho. A moto foi vista abandonada por um popular no final da tarde da sexta-feira (23), nas proximidades do açude do Zeca Brito, situado na localidade Carnaubal (zona rural de Caraúbas). A partir dessa informação, uma verdadeira equipe de buscas foi formada por cerca de 30 pessoas, entre familiares, amigos e pessoas daquele entorno, com o objetivo de encontrar o homem desaparecido.

O mesmo homem que encontrou a moto informou ainda que viu Orlando caminhando por volta das 05:00 horas da madrugada de ontem (24) na localidade Jatobá. Na manhã de hoje, quando retornaram os trabalhos de localização, encontraram o idoso caído no meio da mata de bruços em meio a um pedregulho.

 O corpo estava numa distancia de aproximadamente 10 quilômetros de onde a moto foi encontrada. A retirada do local só foi possível com a ajuda de populares, que improvisaram um caminho usando foices e facões, o levando a casa mais próxima da área, que fica situada no povoado Sambaíba, numa distancia de 2 km. O povoado Sambaíba fica às margens da BR-343, numa distancia de 6km da curva da Volta da Jurema, seguindo à Piracuruca.

 Por se tratar de morte violenta, o corpo deveria ser removido do local por uma equipe do IML e não por populares. A retirada do local compromete a pericia e os trabalhos da policia, embora todos acreditem que o homem não foi assassinado, o que só pode ser constatado após o exame de necropsia.


Fonte: Blog do Coveiro