Homem diz que desistiu de assalto por presença de crianças na casa

Se não tivesse as crianças ele conta que completaria o crime.

Dois primos foram presos após tentar roubar o dinheiro da venda de um terreno na Ilha de Vera Cruz, em Itaparica. Cristian dos Santos Ramos, conhecido como Cris, de 24 anos, e Maximilian dos Santos, conhecido como Max, de 23, foram informados que uma família na localidade de Pedrão tinha vendido um terreno por R$ 2 mil.  

Armados, os primos foram até a casa das vítimas e um dos criminosos anunciou que queria o dinheiro da venda do terreno. Mas, segundo a Polícia Civil, houve uma confusão dentro da casa e populares tentaram linchar os assaltantes, que foram socorridos por uma guarnição.

Ao ser preso, Cristian afirmou que tinha desistido do assalto porque tinha muitas crianças na casa. “Falaram que só tinhas duas pessoas, senão não tinha nem ido. Eu tenho dos filhos para criar”, contou. Mas, o acusado alegou que se as crianças não estivessem no local cometeria o assalto. “Eu ia fazer o que eu fui fazer”, disse.

Primos presos por assalto (Crédito: Reprodução)
Primos presos por assalto (Crédito: Reprodução)


Já o comparsa do criminoso alegou que estava bebendo e caiu em uma "laranjada".

Durante o depoimento, a dupla revelou o nome do informante que, segundo a polícia, seria o mentor intelectual do crime. A polícia já identificou o suspeito de ter passado a informação sobre a venda do terreno. Ele está sendo procurado pela polícia.

Os primos vão responder por roubo, com qualificativa porque estavam armados.  

Fonte: Com informações do R7