Homem mata o irmão com dois tiros na cabeça após fim de sociedade

O crime acontedceu após fim de sociedade em academia entre os dois.

Na noite da última quarta-feira (26) um homem  ainda não identificado,  com aproximadamente 32 anos de idade, foi preso acusado de assassinar o próprio irmão  e esfaquear a cunhada. O caso aconteceu na cidade de Igarapava, em São Paulo.

Image title

De acordo com a polícia, o crime ocorreu após discussão familiar entre os dois  irmãos que desfizeram sociedade em uma rede de academias da qual mantinham na cidade. Além de efetuar dois tiros na cabeça do  próprio irmão,  que não resistiu e morreu, o acusado também atirou e esfaqueou a cunhada que foi socorrida e levada para um hospital.

O delegado responsável pelo caso,  Jucélio de Paula Silva Rego, explica que os dois irmãos já haviam travado uma briga na Justiça. "Já temos a confirmação de que estava havendo desentendimento entre eles devido a problemas familiares e trabalhistas. Há alguns processos envolvendo as partes. Processo trabalhista, processo na área civil, criminal, com ameaças recíprocas", revelou. 

O delegado acrescenta que a frieza do acusado chamou atenção, já que se revelou surpreso ao saber que a cunhada estava viva: "Ficou surpreso ao saber que a vítima estava consciente". 

Durante depoimento, no entanto, ele negou todas as acusações.  O caso segue sendo investigado pela polícia de Igarapava-SP.





Fonte: Portal MN/Com informações do G1