Homem é acusado de matar próprio filho

Aos policiais, o rapaz disse que estava brincando com filho e o teria pego pelo pescoço

Um rapaz de 20 anos foi preso em flagrante neste domingo (26) suspeito de agredir e matar o próprio filho, de apenas 4 meses, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. O bebê foi levado pelos pais nesta madrugada para o Hospital Cachoeirinha, na Vila Nova Cachoeirinha, na Zona Norte de São Paulo. De acordo com a pediatra que o atendeu, a criança estava com hematomas na face e no pescoço. Depois de constatar o óbito do bebê, a polícia foi chamada.

Aos policiais, o rapaz disse que estava brincando com filho e o teria pego pelo pescoço. Ao vê-lo com falta de ar, decidiu levá-lo para o hospital. Já a mãe, uma adolescente de 16 anos, informou apenas que estava dormindo e, devido a isso, não teria visto o que aconteceu. Na casa onde moram, os policiais conversaram com a mãe, de 35 anos, e a irmã, de 12 anos, do rapaz.

A mulher relatou à polícia que o filho é muito agressivo e que já havia batido no bebê antes. E a menina disse que acordou de madrugada com o choro do sobrinho e que teria visto o irmão enforcando a criança e depois a massageando no peito. De acordo com o receituário médico do hospital, a criança chegou às 3h55 com parada cardiorrespiratória e apresentava equimose e hematoma.

O delegado do 40º DP, no bairro do Limão, também na Zona Norte de São Paulo, onde a ocorrência foi registrada, solicitou perícia à casa da família e deu voz de prisão em flagrante delito ao rapaz. Além disso, ele acionou um conselheiro tutelar de plantão para encaminhar a mãe do bebê ao Centro de Referência da Criança e do Adolescente. O rapaz deverá responder por homicídio qualificado.

Fonte: g1, www.g1.com.br