Ex-detento é assassinado na frente do pai e do irmão

Várias diligências foram feitas nas ruas próximas ao local do crime

Os moradores da Rua Francisco Onofre, no bairro Diadema I, em Horizonte (Região Metropolitana de Fortaleza), foram surpreendidos, na tarde de ontem, com mais um crime de morte. O ex-presidiário Wilkemar Nobre Lopes, 21, foi executado com vários tiros, na frente do pai e do irmão. Segundo o relato de testemunhas, os acusados fugiram logo após o crime, em um veículo Gol, de cor vermelha.

Uma patrulha do Pelotão de Horizonte, da 5ª Companhia do 1º Batalhão, compareceu ao local do homicídio. De acordo com o Cabo PM Lucílio, diligências foram feitas nas ruas próximas ao local do crime. "Fizemos abordagens a veículos suspeitos, inclusive, a um Gol com as mesmas características do carro usado pelos acusados do crime, mas nada foi encontrado com os suspeitos e eles foram liberados", afirmou o PM.

Testemunhas informaram à Polícia que a vítima estava na rua com o pai, Francisco Lopes Sobrinho, e o irmão, quando percebeu a aproximação de dois homens. Os pistoleiros, segundo o relato das testemunhas, chegaram a pé, e sem nenhuma discussão, começaram a efetuar disparos contra Wilkemar. A vítima foi atingida várias vezes. Alguns dos tiros acertaram a cabeça e o peito. Wilkemar caiu na rua e morreu nos braços do pai.

Em seguida, os acusados fugiram correndo e embarcaram no veículo que estava estacionado a cerca de dois quarteirões do local do crime. Conforme a Polícia, os criminosos deixaram o veículo da fuga distante do local do homicídio, devido a dificuldade de acesso à rua onde estavam a vítima e familiares.

A Polícia obteve a informação com o pai de Wilkemar sobre algumas ameaças que o filho estaria sofrendo. Ele teria dito aos policiais militares e civis que estiveram na cena do crime, que a principal suspeita é a ex-mulher de seu filho.

Conforme a PM, Wilkemar, que respondia pelos crimes de roubo e homicídio, teria saído da cadeia há duas semanas. Ele havia sido preso após a denúncia de ter espancado a ex-mulher, sendo enquadrado na Lei Maria da Penha. Depois de solto, estaria novamente ameaçando a mulher.

Outro crime

Na manhã de ontem, no 4º Anel Viário, Diogo Lindemberg Queiroz Lemos, 19, natural de Jaguaretama, foi morto por dois homens em uma moto. Segundo levantamentos da Polícia, o alvo da ´pistolagem´ seria o pai de Diogo, Francisco Neri Lemos. A execução teria sido motivada por uma dívida.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br