Homem é baleado enquanto esperava para prestar depoimento em delegacia

O crime aconteceu no fim da manhã de ontem, por volta das 11h30.

Um homem foi vítima de uma tentativa de homicídio enquanto esperava para prestar depoimento no 33º DP (Goiabeiras), na Grande Barra do Ceará. O crime aconteceu no fim da manhã de ontem, por volta das 11h30. Francisco Eduardo de Albuquerque, 22, conhecido como "Elvis do Gueto", estava na calçada da Delegacia com a mulher e a sogra dele quando foi atingido na altura do pescoço.

Francisco Eduardo estava solto há cerca de 30 dias, cumprindo pena em regime semiaberto por uma tentativa de homicídio. Na noite da última quinta-feira, poucas horas antes de ser baleado, ele foi detido por policiais militares por ter um mandado de prisão em aberto.

Ele foi levado ao 7º DP (Pirambu), mas, ao chegar na Delegacia, a esposa dele apresentou o alvará de soltura. Foi constatado que o mandado de prisão contra Francisco Eduardo estava desatualizado no Sistema e ele acabou liberado. No entanto, solicitaram que ele comparecesse ao 33º DP, pela manhã, para prestar esclarecimentos.

De acordo com o delegado titular do 33º DP, Sidney Ribeiro Furtado, a vítima já respondia por roubo e tráfico e tinha ido até a unidade para prestar depoimento. Francisco Eduardo chegou na Delegacia e ficou esperando atendimento do lado de fora.

Enquanto aguardava foi alvo de vários disparos, vindo de um suspeito que estava em uma moto. Dos seis tiros disparados contra a vítima, apenas um atingiu Francisco Eduardo na altura do pescoço. Ele foi levado em um carro descaracterizado da Polícia Civil para o Instituto Doutor José Frota (IJF), onde permanece internado em estado grave.

No começo da tarde, Murilo dos Santos, 19, foi preso pela PM no Morro de São Tiago, na Barra do Ceará, com um revólver.

Fonte: Diário do Nordeste