Homem é julgado por matar mulher e enterrar o corpo dentro de banheiro

Crime ocorrido há 22 anos chocou o município de Varginha, no sul de Minas Gerais.

Um homem acusado de matar a mulher e enterrar o corpo no banheiro da casa em que moravam, há 22 anos, foi levado a júri popular nesta segunda-feira em Varginha, a 320 quilômetros de Belo Horizonte, no sul de Minas Gerais.

Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), Marita Ribeiro Rangel foi assassinada em julho de 1991, após ter o crânio e o rosto esmagados com um objeto contundente. Seu corpo foi encontrado dias depois enterrado no banheiro da casa onde morava com o marido, Sebastião Andrade Leopoldino, com quem tinha cinco filhos.

Sebastião só foi preso em 24 de novembro de 2012 em Mogi das Cruzes (SP). Ele foi transferido há cerca de um mês a Varginha, onde aguardava o julgamento. A expectativa é de que a sentença seja conhecida ainda nesta segunda-feira.

Fonte: Terra