Homem é morto a tiros após briga de filho cadeirante com suspeito

Vendedor de balas teria sido ameaçado de morte por dono de padaria

Paulo Roberto de Melo, de 58 anos, foi assassinado após o filho cadeirante se envolver em uma discussão com comerciante em rua na zona norte do Rio.

Image title

O desentendimento começou por causa de uma barraquinha montada por Márcio de Melo em Quintino. Segundo testemunhas, o dono de uma padaria que fica em frente a padaria não gostou da concorrência e teria matado o pai de Márcio.

Paulo teria indo à um chaveiro que fica próximo a padaria para consertar um relógio e foi surpreendido pelo suspeito, que deu cinco tiros nas costas da vítima e fugiu com a família após o crime.

Márcio, o dono da barraquinha, diz já ter sido ameaçado de morte pelo dono do estabelecimento e foi vítima de agressão em setembro.

Após o ocorrido, Márcio e sua mulher, Daniele Sobrinho, pararam de trabalhar no ponto para evitar encontrar o suspeito.  


Fonte: Com informações do R7