Homem é morto em atentado em quadra de escola de samba

Dois homens armados com pistolas teriam efetuado os disparos contra o grupo que estava na calçada conversando.

Um homem de 22 anos, identificado apenas como Fagner, foi morto a tiros na noite desta sexta-feira, na Rua Professor Lacé, em Ramos. O crime aconteceu em frente ao prédio onde mora o mestre de bateria Marcone da Silva Sacramento. Marcone foi demitido da Imperatriz Lepoldinense há cerca de um mês, após um desentendimento com Luiz Pacheco Drummond, o Luizinho Drumond, presidente da escola.


Homem é morto em atentado em  quadra de escola de samba

Três homens ficaram feridos e foram levados ao Hospital Getúlio Vargas, na Penha. Um policial informou que as vítimas seriam integrantes da bateria da Imperatriz. Até o fim da noite, o hospital não tinha liberado informações sobre o estado de saúde dos três feridos.

Dois homens armados com pistolas teriam efetuado os disparos contra o grupo que estava na calçada conversando.O criminosos estavam num carro escuro e conseguiram fugir. Segundo moradores da Rua Professor Lacé, onde também fica a quadra da Imperatriz, Fagner trabalhava como corretor de seguros.

Mestre Marcone teria ficado ferido também. Uma pessoa não identificada atendeu o celular dele informando que o sambista estava fazendo um curativo no pé. Ele não confirmou a presença de Marcone no episódio e se recusou a dar mais detalhes.

A Divisão de Homicídios investiga o caso.

Fonte: Extra, extra.globo.com