Homem é morto, tem cabeça arrancada e posta em estaca

As investigações sobre o caso, segundo a polícia, começam na próxima semana.

A Polícia Civil de Alagoas investiga os motivos que levaram um homem identificado como José Roberto da Silva, o Tininho, a ser assassinado a tiros e ter a cabeça arrancada e posta em uma estaca na cidade de Murici, na zona da mata do Estado. Os criminosos não foram presos. Segundo agentes policiais, ele pode ter sido morto por ter cometido pequenos furtos na região e ser usuário de drogas.

As investigações sobre o caso, segundo a polícia, começam na próxima semana. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal Estácio de Lima, em Maceió, para necropsia e, posteriormente, seria liberado para enterro. Dados do Ministério da Justiça apontam que Alagoas é o Estado com maior número de homicídios do Brasil.

Fonte: Terra