Homem é preso após estuprar 13 crianças e obrigá-las a ver abusos

Casos vieram à tona após mãe descobrir que filho estava com HPV

A Polícia Civil prendeu Fernando Luis da Silva, de 30 anos, suspeito de estuprar pelo menos 13 crianças e adolescentes na região metropolitana de Recife (PE). A investigação começou após a denúncia da mãe de uma das vítimas, de apenas sete anos. De acordo com a polícia, meninos e meninas eram violentados e obrigados a ver o acusado abusar de outras vítimas.

Fernando Luis da Silva, de 30 anos (Crédito: Reprodução/Polícia Civil)
Fernando Luis da Silva, de 30 anos (Crédito: Reprodução/Polícia Civil)

A investigação demorou uma semana e começou com a denúncia da mãe de um menino de sete anos, que é vizinho do suspeito. A mãe notou feridas nas partes íntimas da criança. O menino foi levado ao médico, que constatou o estupro e a confirmou que a vítima havia contraído HPV. Segundo a polícia, após conversa, a criança contou que o agressor era o vizinho, que estaria abusando dela havia vários meses.

As crianças da comunidade, geralmente, sem a supervisão de adultos, costumavam frequentar a casa do suspeito para brincar com ele ou com os filhos dele. Ele atraía as crianças oferecendo biscoitos e até dinheiro e acabava abusando delas.

Até agora, a polícia descobriu 13 vítimas, sendo quatro meninas e nove meninos, com idades entre cinco e 12 anos. Todos moram na mesma comunidade.

Além de estuprar as crianças, o suspeito as obrigava a assistirem os abusos e repetir o que viam, em fila. Algumas vítimas relataram que o homem tirava fotos e filmava tudo com o celular. Porém, a polícia não encontrou nenhuma gravação no aparelho.

O pintor foi preso em casa. Ele é casado e pai de uma menina e um menino, de sete e nove anos, respectivamente. A polícia vai investigar se ele também abusava dos filhos e de crianças de outras cidades. Silva foi autuado por estupro de vulnerável. A pena mínima é de oito anos para cada abuso.

Fernando Luis da Silva, de 30 anos (Crédito: Reprodução/Polícia Civil)
Fernando Luis da Silva, de 30 anos (Crédito: Reprodução/Polícia Civil)


Fonte: Com informações do R7