Homem é preso por matar e enterrar sobrinha

O homem foi indiciado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver

Um auxiliar de produção de 27 anos foi preso na segunda-feira acusado de matar a sobrinha de 9 anos em São Simão, a 285 km de São Paulo. O corpo da menina foi encontrado enterrado em uma mata nativa por volta das 18h de terça-feira, na estrada de Lucato, na zona rural da região, a cerca de 5 km da cidade.

A menina estava desaparecida desde sábado, quando, de acordo com a polícia, a mãe foi até a delegacia de São Simão registrar boletim de ocorrência de desaparecimento da filha. Ela informou que a criança estava na casa da avó, na rua Paissandu, no centro da cidade, onde moram também o tio da vítima e a filha dele de 7 anos.

Segundo informações da polícia, a mãe foi até a casa da avó da menina buscar a criança, mas o tio disse que ela teria trocado de roupa e saído. A Polícia Militar realizou buscas pelos bairros da cidade e, no mesmo dia, a delegacia de São Simão iniciou as investigações.

A mãe e familiares da menina informaram que o tio poderia estar envolvido no desaparecimento da sobrinha, já que ele a teria maltratado várias vezes. A filha do acusado teria contado aos parentes que viu o pai amarrar os braços da menina momentos antes dela sumir.

O delegado responsável pelo caso, Helton Testi Renz, pediu a prisão temporária do acusado, que foi aceito pela Justiça. O homem foi encaminhado para a cadeia pública de Santa Rosa. Na terça-feira, o delegado foi até o local ouvir novamente o tio, já que havia contradições no depoimento dele, segundo a polícia. Na cadeia, ele negou o crime, mas indicou o local onde o corpo da menina estaria escondido.

No local indicado, os policiais encontraram o corpo da criança enterrado em uma mata nativa. O delegado solicitou perícia ao local e exame necroscópico do corpo da menina. O caso foi registrado na delegacia de São Simão.

O homem foi indiciado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Fonte: Terra, www.terra.com.br