Preso cantor suspeito de estuprar duas meninas dentro do veículo

Preso cantor suspeito de estuprar duas meninas dentro do veículo

Suspeito se passou por motorista alternativo para atrair vítimas, diz polícia.

Um homem de 36 anos foi preso na noite de terça-feira (3) em Santa Rita, na Grande João Pessoa, suspeito de estuprar duas adolescentes no mesmo município. De acordo com a polícia, o suspeito se passou por motorista de transporte clandestino para atrair as vítimas, com idades de 12 e 15 anos, mas na verdade é um cantor de brega que tem até disco gravado. Segundo a polícia, as meninas teriam sido abusadas dentro do próprio carro.

Além das duas vítimas, um amigo delas, de 13 anos, também entrou no carro acreditando se tratar de um transporte alternativo. Conforme informações da Polícia Civil, o homem de 36 anos só foi identificado porque o amigo das adolescentes estupradas flagrou o abuso e ajudou descrevendo as características físicas do suspeito.

Após ser preso, o suspeito foi reconhecido tanto pelas duas adolescentes, quanto pelo irmão da vítima. A mãe das meninas contou que o homem chegou ao local onde os três estavam aguardando transporte e perguntou para onde eles iriam.

"Eles responderam que iam para Santa Rita [Centro] e ele se identificou como motorista alternativo. Mas aí ele levou para o Planalto [região de Santa Rita], travou as portas do carro e fez os estupros na frente do menino", disse. Segundo ela, só depois da violência o homem teria revelado que não era alternativo e deu R$ 4 aos adolescentes para que eles pegassem o transporte pra voltar para casa.

Um parente das meninas, que não quis ser identificado, relatou como aconteceu o momento do reconhecimento. Segundo ele, os adolescentes foram levados com a cabeça coberta até a sala de reconhecimento e os dois primeiros que ficaram de frente com o suspeito preso o reconheceram e a terceira, a menina de 12 anos, teria entrado em choque ao ver o homem. "Ela só fez olhar e tirou a vista, depois ficou olhando cara a cara e se tremendo. Isso não pode ficar impune", declarou.

O cantor permanece preso na carceragem da 6ª Delegacia Distrital (DD), em Santa Rita, na manhã desta quarta-feira (4). O caso está sendo investigado pelo delegados Everaldo Medeiros e Maria Rodrigues.

Fonte: G1