Homem é preso suspeito de matar e abusar da filha de quatro anos

Najjar, que tem 23 anos, foi retirado do velório da filha

Ricardo Najjar, foi preso temporariamente suspeito da morte da filha de apenas quatro anos. Exames mostraram que a garotinha sofreu abuso sexual antes de morrer,  no apartamento do pai, em São Paulo. Najjar, que tem 23 anos, foi retirado do velório da filha para ser preso.

Antes de ligar para informar a polícia sobre a morte da filha, Najjar ligou duas vezes para o pai dele e uma vez para a namorada. Exames feitos no corpo da menina mostraram marcas pelo corpo, que podem ser de agressões.

No dia em que o corpo da menina foi encontrado, Najjar estava passivo e não se desesperou em nenhum momento. Segundo a polícia, ele demostrou frieza. A criança foi encontrada caída ao chão, do lado da cama, com um saco plástico na cabeça e apresentando sinais de asfixia.

Iniciadas as investigações, os policiais colheram as declarações do pai da vítima. Ele disse ter deixado a menina sozinha no quarto brincando e, ao retornar do banho, encontrou-a caída ao chão, com um saco plástico na cabeça e desmaiada.

Diante de diversas contradições entre as declarações do pai e a perícia realizada, o delegado pediu a prisão temporária do suspeito.


Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do R7