Homem espanca ex-mulher com marretadas

Dona de casa foi estrangulada e se fingiu de morta para se livrar do ex-marido em SP

A Polícia Civil prendeu um mestre de obras suspeito de espancar a ex-mulher mulher com marretadas na região de Ermelino Matarrazo, na zona leste de São Paulo, na tarde de quinta-feira (2). O suspeito entrou na casa da ex-mulher e, inconformado com a separação, começou a agredi-la com golpes de marreta. A mulher ainda foi estrangulada e se fingiu de morta para se livrar do agressor.

Testemunhas avisaram a polícia da agressão. A vítima disse que os dois dormiam juntos na cama do ex-marido, quando ele a acordou com um golpe de marreta na cabeça. Quando ela acordou, o ex-marido continuou com os golpes, dizendo que ela não viveria com mais ninguém se não fosse com ele.

A filha viu a agressão contra a mãe, mas o ex-marido bateu a cabeça da mulher diversas vezes contra o chão. Nesse momento, ela se fingiu de morta e o suspeito fugiu. Após um tempo, a mulher foi socorrida por populares e encaminhada ao pronto-socorro do hospital Ermelino Matarazzo. No hospital, a polícia ouviu a vítima e conseguiu localizar o suspeito na cada de outra mulher, na mesma região. Ele foi preso em flagrante e encaminhado ao 24º DP (Distrito Policial).

A mulher contou aos policiais que foi casada por quatro anos e, após a separação, voltou a morar com os pais. Na ocasião, ela tinha trazido a filha para visitar o pai, porque ele dizia estar com saudades da menina.

O ex-marido confessou o crime, será indiciado por homicídio qualificado e violência doméstica.

Fonte: R7, www.r7.com