Homem estuprava os três enteados com o conhecimento da própria mãe

Suspeito de 54 anos obrigava crianças, que também são sobrinhos, a fazer sexo oral.

Três crianças eram estupradas pelo próprio padrasto em Guaraciama, no norte de Minas, há pelo menos seis meses. Com o conhecimento da mãe, duas meninas, de 8 e 12 anos, e um menino de 11 sofreram abuso sexual de José Augusto Caetano Barbosa, 54 anos, que também é tio das crianças - ele é irmão do pai delas.

José Augusto estava foragido há quatro dias e foi preso em flagrante na zona rural de Montes Claros na noite de segunda-feira (13). O caso era investigado há seis meses, quando uma irmã mais velha das vítimas, de 14 anos, procurou o Conselho Tutelar.

Segundo o delegado Leonardo Diniz, a avaliação psicológica das crianças comprovou os crimes. O suspeito, entretanto, chegou a afirmar ao ser preso que não houve penetração.

? Ele esperava a noite para entrar no quarto das crianças e as obrigava a fazer sexo oral e as penetrava com os dedos. Ao ser preso, a primeira coisa que falou é que não houve penetração com o órgão sexual, como se isso não caracterizasse o estupro.

José Augusto foi levado para o presídio da cidade, onde deve cumprir a prisão preventiva de 30 dias. O delegado agora investiga a participação da mãe, Helena Cardoso de Brito, 48 anos, que teria permitido as agressões sexuais aos próprios filhos.

? Ela sabia e não denunciava para protegê-lo, para morar com ele. Inclusive, tentou impedir que o médico legista examinasse as crianças, as orientou a não fazer o exame. Segundo o delegado, o pai das crianças, separado da mãe há sete anos, desconhecia as agressões.

Fonte: R7, www.r7.com