Homem fere dois policiais e acaba preso em São Luís-MA

O caso aconteceu em Formosa da Serra Negra. Autor dos disparos só foi preso após ser baleado

SÃO LUÍS ? Um ato de ?fúria?. Foi assim que o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Franklin Pacheco, classificou uma confusão ocorrida durante a noite de quarta-feira (3) na cidade de Formosa da Serra Negra. Um homem, identificado como Giovane Ribeiro Lopes, de 41 anos, baleou dois policiais militares e, em seguida, acabou preso.

De acordo com o comandante da PM, Giovane Ribeiro Lopes portava uma espingarda calibre 28 e, durante a noite, começou a atirar contra populares. A polícia foi acionada e, ao chegarem ao local da ocorrência, os policiais foram recebidos a tiros. Houve uma intensa troca de tiros, e o soldado Edivaldo acabou baleado.

Após balear o policial, Giovane Ribeiro Lopes fugiu e se escondeu em um matagal por toda a madrugada. Por volta das 7h, a polícia recomeçou buscas para prender o atirador. Mais uma vez, houve troca de tiros entre a polícia e o acusado e, novamente, um policial foi baleado. Desta vez, o sargento César foi ferido na perna.

Na confusão, os policiais tiveram de balear Giovane Ribeiro Lopes para que o acusado se acalmasse. O acusado recebeu três tiros e, em seguida, foi finalmente preso.

?Ele estava em estado de fúria. Acreditamos que ele estava sob efeito de alguma coisa. Em momento nenhum ele se rendeu. Só foi dominado após ser baleado?, explicou o coronel Franklin Pacheco.

Até o momento, a polícia não sabe os motivos que levaram Giovane Ribeiro Lopes a efetuar disparos contra a população de Formosa da Serra Negra e os policiais.

Fonte: Imirante, www.imirante.com.br