Homem fica em estado grave após ser atacado por três pitbulls

Vizinhos deram pauladas e atropelaram os cães, mas não soltaram.

Nesta terça-feira (28), um jardineiro de 56 anos ficou em estado grave após ser atacado por três cães da raça pitbull enquanto trabalhava em Ribeirão Preto, São Paulo.

De acordo com relatos de testemunhas, os cachorros conseguiram fugir de uma residência e atacaram o homem por cerca de cinco minutos. Após o fato ele foi levado para atendimento na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas e permanece internado.

O dono dos cães alegou que a fechadura da casa está quebrada e por isso os animais conseguiram fugir. Ele foi detido e preso por omissão de socorro, lesão corporal e maus-tratos, mas pagou fiança de R$8 mil e foi solto.

O lavador de carros Luiz Augusto Marioto contou que o jardineiro aparava a grama de uma calçada quando foi atacado. Os pitbulls estavam no quintal de outra residência, no lado oposto da rua, e conseguiram fugir após avançar sobre o portão.

“A gente ouviu os gritos de socorro e foi em cima dos cachorros. Tentamos tirar o senhor, mas não dava. Não tinha como escapar. Ele estava cortando a grama, fazendo o trabalho dele e os cachorros atacaram sem dó. Foi muita mordida. Só de lembrar já me dá pavor”, disse.

Marioto e mais dois funcionários do lava-a-jato bateram nos animais com pedaços de pau, galhos de árvores e até com uma enxada, mas os cães não soltaram a vítima, que sofreu ferimentos na cabeça, pescoço, abdômen e braços.

Motoristas que passavam pela Rua Maria Quitéria, próximo ao cruzamento com a Avenida Vereador Manir Calil, chegaram a atropelar os pitbulls, na tentativa de afastá-los do jardineiro, mas a medida também foi ineficaz.

“Eu parei na esquina e quando olhei para a direita, os três cachorros estavam em cima dele. Eu tentava prensar os cachorros contra a parede, para ver se soltavam. Outro motorista parou para ajudar, mas nada dava certo”, disse o motorista Jean Carlos da Silva.

Após cinco minutos, os vizinhos conseguiram afastar os animais. O jardineiro foi levado a uma unidade de saúde e transferido em seguida ao HC-UE, onde permanece internado. A assessoria do hospital informou que o homem não corre risco de morrer.

Vítima de ataque (Crédito: Reprodução)
Vítima de ataque (Crédito: Reprodução)
Cães se soltaram no momento do ataque (Crédito: Reprodução)
Cães se soltaram no momento do ataque (Crédito: Reprodução)
Marcas de sangue no local (Crédito: Reprodução)
Marcas de sangue no local (Crédito: Reprodução)
Marcas de sangue no local (Crédito: Reprodução)
Marcas de sangue no local (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do G1