Homem forja a própria morte e acaba preso em Fortaleza

A foto de um corpo foi divulgada, sugerindo o assassinato do rapaz

O jovem Andrews Fellipe Dias Alexandre, 26 anos,  foi preso pela Polícia Civil, após desembarcar no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, acusado de forjar a própria morte. Ele teria desaparecido no último sábado, 4, e  fotos foram divulgadas em redes sociais pedindo informações do paradeiro dele. A imagem de um corpo também foi compartilhada, sugerindo o seu assassinato. Porém, a situação foi criada por ele mesmo para se livrar de um golpe no comércio.


Image title

No último sábado, Andrews Fellipe saiu de casa, para deixar o seu carro em uma oficina e depois seguir em direção ao trabalho, em um shopping. Porém, o rapaz nunca apareceu. Após o sumiço, o caso ganhou repercussão nas redes sociais. De acordo com a delegada Socorro Portela, diretora da Divisão de Homicídios, a companheira e familiares do acusado também receberam mensagens, enviados do celular de Andrews, via WhatsApp, sobre o suposto crime e de que o corpo da "vítima" estaria em Paracuru, litoral do Ceará.

Os policiais desconfiaram do desaparecimento e descobriram a farsa. Depois de criar uma falsa comunicação sobre o crime, ele viajou para o Rio Grande do Norte, onde passou o fim de semana. No retorno a Fortaleza, o acusado foi preso em flagrante. O rapaz teria confessado que armou toda a situação por causa de um desvio de valores realizado em seu local de trabalho.

Fellipe Dias divulgou a foto de um corpo de outro crime. Conforme a delegada, o acusado pode ter desviado R$ 300 mil. Após a prisão de Andrews Fellipe no Aeroporto, ele foi conduzido à Divisão de Homicídios e autuado por estelionato, artigo 171 do Código Penal Brasileiro.

Fonte: Com informações do O Povo