Homem invade hospital para matar vigilante; crime seria passional

"Ele veio focado em uma pessoa, que era o vigia da noite. Saiu atirando e, acidentalmente, atingiu outras pessoas", disse a polícia.

O homem que entrou no início da noite desta segunda-feira (31) em um pronto-socorro de São Bernardo do Campo, no ABC, com uma pistola, tinha alvo certo. Segundo a secretária-adjunta de Saúde da cidade, Lumena Almeida Castro Furtado, o objetivo do atirador era atingir um vigia que estaria tendo um relacionamento amoroso com a mulher dele. Baleado na cabeça e no cotovelo, o funcionário ficou gravemente ferido. Outro segurança da unidade médica e dois pacientes também foram atingidos. O criminoso fugiu.


Homem invade hospital para matar vigilante; crime seria passional

?Ele veio focado em uma pessoa, que era o vigia da noite. Saiu atirando e, acidentalmente, atingiu outras pessoas?, contou Lumena. De acordo com ela, o atirador e a vítima, identificada como André Souza de Oliveira, de 35 anos, começaram uma discussão em uma sala do pronto-socorro e terminaram na recepção do setor onde funciona a Unidade Básica de Saúde (UBS).

Ali, houve os primeiros disparos. ?A sorte é que a maior parte dos pacientes estava no pronto atendimento, que é 24h. Os da UBS já estavam indo embora?, contou a secretária, afirmando que a UBS do Pronto-Socorro Alvarenga fecha às 19h.

O crime ocorreu às 18h40, vinte minutos antes de Oliveira assumir o posto até as 7h desta terça (1º). Lumena contou que houve correria e pânico na unidade médica, com pessoas correndo para se proteger dos tiros. Em duas portas de vidro, ficaram marcas dos disparos.

Para o delegado Kazuyoshi Kawamoto, titular do 3º DP, ?o crime foi passional, com certeza?. Ele disse que o próximo passo da investigação é identificar o atirador e a mulher dele. No local, não há câmeras de segurança. Como o chão do pronto-socorro foi lavado pelo pessoal da limpeza, o delegado pediu que uma funcionária abrisse um saco de lixo com papel sujo de sangue na tentativa de encontrar cápsulas da pistola. Nada foi achado.

Depois que atirou contra o vigia na recepção da UBS, o criminoso perseguiu a vítima pelo corredor que dá acesso ao setor do pronto-socorro. Nesse caminho, as outras pessoas foram baleadas. O segurança e um dos pacientes foram atingidos no pé. O outro doente levou um tiro na mão. Todos estão no Hospital Municipal Anchieta, em São Bernardo, com estado de saúde estável, como informou Lumena. Já o vigia André Oliveira foi internado no Hospital Serrinha, em Diadema.

Fonte: G1