Homem joga ácido e óleo quente no rosto da mulher que ficou cega

Ela só deve receber alta em dezembro

Maria de Fátima perdeu a visão após ser atacada com óleo quente misturado com ácido por Lauri Amado de Souza Nery, seu marido, no interior de Santa Catarina. A vítima já passou por nove cirurgias e só deve receber alta em dezembro.

O homem foi acusado por tentativa de homicídio triplamente qualificado, lesão corporal e ameaça porque teria jogado óleo quente sobre a ex-companheira, ferido a filha dela e ameaçado um cunhado  A Justiça decidiu que ele vai a júri popular e aguardará o julgamento em liberdade.

Nery entrou na casa, esquentou óleo na cozinha e misturou com ácido e jogou em Maria de Fátima. Ela teve 40% do corpo queimado e continua internada na ala de queimados do Hospital São José.


A mulher está bem abalada e lembra todo dia o que aconteceu e toma remédios para dormir. De acordo com a jovem, Maria de Fátima precisa refazer os enxertos de pele porque o material foi rejeitado por seu corpo. A mulher já passou por nove cirurgias e deve ter alta só em dezembro.

A vítima consegue andar um pouco, mas ainda está muito fraca e se alimenta, basicamente, através de sonda. Maria de Fátima perdeu o olho esquerdo. A família espera que ela consiga um transplante de córnea para voltar a enxergar com o olho direito

Para se defender, o suspeito disse que esquentou o óleo, mas para fritar massas e o líquido seria jogado aos cães. De acordo com a filha, a vítima não guarda mágoas de Nery. Os dois ficaram juntos por nove anos


Fonte: Com informações do R7